O cômico e o popular na crítica da realidade social

Autores

  • Equipe Olhares Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH)

Palavras-chave:

Cômico, Popular, Realidade social, Ednaldo Freire

Resumo

Entrevista com Ednaldo Freire.

Ednaldo Freire, parceiro de Luís Alberto de Abreu desde a fundação da Fraternal Companhia de Arte e Malas-Artes, em 1993, elegeu o universo da comédia popular como campo de trabalho. Com mais de três décadas dedicadas à atividade teatral, circulando pelo Brasil, reconhecido por suas realizações, ele é o entre vistado deste número de Olhares. Admirador do circo e do teatro mambembe, preocupado com as questões do cômico e do humor na comédia popular, observa-se na sua trajetória uma preocupação com um teatro que seja ao mesmo tempo popular e estimulante para se pensar as relações sociais. Herdeiro de Brecht e de seu teatro político, Ednaldo nos fala da necessidade de um “ator em prontidão” desperto por uma formação que não dispense o gênero cômico na base de sua atuação.

Downloads

Publicado

08/07/2015

Como Citar

Olhares, E. (2015). O cômico e o popular na crítica da realidade social. Olhares, (2), 41-47. Recuperado de https://olharesceliahelena.com.br/index.php/olhares/article/view/26

Edição

Seção

Pedagogia das Artes da Cena